Portal   saude   musica   fotos   mulher   forum   turismo   videos   auto   imóveis   leilões   classificados  
Rádio Calema   
Instale o Flash Player para ouvir a Rádio Calema.
UB40 prestigia FestiSumbe

UB40 prestigia FestiSumbe

UB40-A Marginal do Sumbe será palco deste que é dos maiores eventos culturais da agenda nacional e que tem servido de chamariz para a internacionalização da música e dos cantores angolanos. Foto: DR UB40-A Marginal do Sumbe será palco deste que é dos maiores eventos culturais da agenda nacional e que tem servido de chamariz para a internacionalização da música e dos cantores angolanos. Foto: DR

O lendário grupo inglês da cidade de Birmingham é o principal atractivo do Festival Internacional que promete levar para a cidade-sede do Kwanza-Sul uma moldura humana vinda de vários pontos.

Quando na edição de 2012 o inte­grante do grupo antilhano Kas­sav, Jacob Des­varieux, subiu ao palco para com o estridente som de sua guitarra tocar no festisumbe, houve quem imaginasse estarem ai mesmo (não passando disso) Joiciline, Jean Filipe Martini ou Jorges Déci­mus. A multidão presente na mar­ginal do Sumbe, no Kwanza-Sul, viveu momentos de sonho.

Para os organizadores era tal o alcance desta miscelânia de músicos com reconhecida carreira internacional e outros nacionais, onde Yuri da Cunha não deixou os créditos de “show-man” em mãos alheias e foi, a todos os títulos, sensacional e bastante aplaudida elevando para níveis mais altos as futu­ras edições. Konde, Ary, Matias Damásio, Big Nelo entre outros abrilhantaram um espectáculo à altura dos angolanos.

O ano de 2013 não fica a dever em grandeza. Angola prepara-se para ver cantar e encantar no mesmo palco da Marginal do Sumbe o len­dário grupo inglês UB40, a atrac­ção desta edição. Entre os dias 20 e 21 deste mês, vários músicos des­filam no ambiente quente do “Fes­tiSumbe 2013”.

Ter os UB 40 ao vivo é para muitas gerações, sobretudo as de 80 e 90, uma boa massagem à alma. O grupo surgiu em 1978 numa fila de Seguro Social Britâ­nica e extraiu o seu nome de um impresso do fundo de desemprego, designado por Unemployment Benefit 40 (benefício de desem­prego). A sua formação multi-racial reflecte o meio de onde emergiram os seus membros. Formado pelos irmãos Ali (voz e guitarra) e Robin Campbell (guitarra), Earl Falco­ner (baixo), Mickey Virtue (tecla­dos), Brian Travers (saxofone), Jim Brown (bateria) e Norman Hassan (percussão), o UB40 popularizou ritmos jamaicanos entre os ingle­ses brancos de classe operária, agregando um forte carácter polí­tico-social.Ali Campbell abando­nou os UB 40 em 2009, depois de 30 anos como vocalista da banda britânica.A banda segue agora com o novo vocalista também irmão da dupla de fundadores.

Casa 70 de volta

Quatro anos depois, a promotora nacional de espectáculos Casa 70 retoma este ano a produção do tradicional Festival Internacio­nal de Música do Sumbe (Festi­Sumbe), que se realiza anualmente em Setembro no Kwanza-Sul, segundo noticiou a edição on-line do angofama. A promotora, que havia declinado, em 2010, a produção do festival por discor­dar de alguns aspectos, depois de oito anos de trabalho com o governo do Kwanza-Sul, volta, desta forma, a assumir as des­pesas do evento que anualmente movimenta centenas de milhares de fãs e dezenas de artistas, entre nacionais e estrangeiros.

As edições de 2010, 2011 e 2012 foram produzidas pela produtora Sector 7, empresa com a qual a Casa 70 havia já dividido a produção de 2009. A informação foi avançada hoje, segunda-feira, à Angop, por Rosa Matias, membro da produ­ção da Casa 70, que diz ser uma satisfação retomar a produção do já denominado maior festival de música realizado anualmente em palcos angolanos.

“Depois de um interregno, a Casa 70 volta a ter a responsabi­lidade de produzir o FestiSumbe, sendo uma satisfação para a pro­motora, tendo em conta o histo­rial que temos para com o evento em causa”, reforçou.

Sem entrar em grandes por­menores, Rosa Matias informou que estão nesta altura a trabalhar já em alguns aspectos, nomeada­mente na escolha do elenco para a presente edição. ISAQUE LOURENÇO (Jornal de Economia & Finanças)

Fazer um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.
Basic HTML code is allowed.

Novos Lançamentos

  • 1
  • 2
  • 3
Prev Next
Grupo Gingas de volta domingo ao mercado fonográfico com uma colectânea

Grupo Gingas de vol…

A colectânea discográfica Gingas 30 anos marc...

RICARDO LEMVO - UMA VOZ DE APURADO SENTIDO ESTÉTICO

RICARDO LEMVO - UMA…

Se olharmos para o seu background artístico t...

Nelo Carvalho “Encontros”

Nelo Carvalho “Enco…

“Encontros” – Manuel Pires Pinto de Carvalho ...

Filipe Mukenga explora novas tendências no CD “O Meu Lado Gumbe”

Filipe Mukenga expl…

“O Meu Lado Gumbe” é o título do novo disco ...

JORGEMONT é o Artista Surpresa que Trazemos à Ribalta

JORGEMONT é o Artis…

Jorgemont é o artista surpresa que trazemos ...

Yola Semedo lança CD e DVD em Novembro

Yola Semedo lança C…

A cantora angolana Yola Semedo disse à impren...

O cantor Paulo Flores revelou o lançamento do seu 12º disco, para finais de Dezembro deste ano.

O cantor Paulo Flor…

O cantor Paulo Flores revelou hoje, no Lubang...

SANTOCAS Conta a sua vida e história em CD

SANTOCAS Conta a su…

Dentro de poucas semanas teremos “depois de 3...

BONGA ÁLBUM HORA KOTA BREVEMENTE NO MERCADO

BONGA ÁLBUM HORA KO…

O artista Barceló de Carvalho, BONGA, tem nov...

Artista em Destaque

Universidade Independente de Angola